Musas de cinema são tema do livro do jornalista Adriano Coelho

25/06/2017 21:19
noticia Musas de cinema são tema do livro do jornalista Adriano Coelho
noticia Musas de cinema são tema do livro do jornalista Adriano Coelho

O jornalista paulistano Adriano Coelho lança seu segundo livro, “Musas – O momento das mulheres através do cinema” (Ed. Scortecci, 200 páginas R$ 40). O primeiro remetia aos grandes jogos do campeonato brasileiro de futebol e agora ele volta o olhar para as mais belas e talentosas mulheres que se destacaram na sétima arte.

A ideia surgiu durante um curso de Web Design, em 2001. Por ter uma imagem muito atrelada ao rock, por ser jornalista especializado na área e também atuar em algumas produções, os temas de seus primeiros livros são exatamente uma forma de se desvincular dessa imagem limitada.

“Estava na hora de trocar um pouco”, afirma ele que, ao ler a biografia de Brigitte Bardot, ficou ainda mais entusiasmado. Depois de fazer um site dedicado a 26 mulheres e lançar o livro sobre futebol, veio a ideia do segundo livro.

“Quando criança, entre final dos anos de 1970 e início de 1980, passava muito filme em preto e branco na TV. Meu pai me contava que nos anos de 1950, tinha que entrar de paletó e gravata no cinema e as filas eram enormes. Além de outros exemplos na família, o ponto chave foi o fato de eu ter vivido no meio de muitas mulheres. Minha mãe tinha muitas amigas, eu lembro de como elas reclamavam a falta de espaço para as mulheres na sociedade, o machismo em demasia daquela época. Lembrei de tudo isso, resolvi homenagear as mulheres que lutaram por liberdade sem fazer muito barulho e, o cinema foi a melhor opção”, afirma o autor.

Para ele, essa pesquisa é interessante pelo fato de, assim como no esporte, todos sabem quem é Pelé e, na música, todos sabem quem foram os Beatles, todos sabem quem é Marilyn Monroe, mas se não for especializado em cinema, dificilmente conhecerá histórias como as de Lousie Brooks e Theda Bara e Zsa Zsa Gabor, falecida recentemente aos 99 anos. “O legal desse trabalho é colocar uma atriz bem pop, ao lado de uma esquecida, pois ambas têm seu valor cultural”, diz Coelho.

Conquistas

Adriano Coelho evita usar expressões tipo “antigamente era melhor”. “Sempre dirão isso. Uma época só é admirada depois que passa, um exemplo, está na onda de revivals dos anos 70 e 80, muito lixo daquela época tem sido idolatrado agora”, diz.

Porém ele destaca que, atualmente, no meio cinematográfico, parou aquela exploração da época, as mulheres mostram o corpo de maneira mais espontânea. De forma natural, as mulheres mostram sensualidade. “O pior, acho que todo aquele excesso de enfeite, maquiagem carregada, brincos enormes, faz falta, as mulheres caminham para um estilo muito simples, aqueles excessos eram bem femininos”, afirma.

O livro pode ser encontrado no site da Scortecci ou da Livraria Cultura.

Texto: Correio de Uberlândia

 

Adriano Coelho, nascido em 20/01/1971, paulistano e palmeirense, dedicou sua vida ao mundo do rock, trabalhando nas revistas Rock Brigade e Valhalla, site da Dynamite (onde manteve o blog A Entrevista), Rádio Brasil 2000 FM e TV Rock (on-line). Além disso, já trabalhou como roadie de bandas, discotecou na noite, fez assessoria, gerente de pub, realizou caravanas para as três últimas edições do Rock in Rio e para o SWU. É autor do livro: Os 100 maiores jogos do Brasileirão, que conta a história do campeonato brasileiro de futebol, sendo recebido pelo prefeito Haddad e pelo governador Geraldo Alckmin. Trabalhou e conheceu bandas, como Iron Maiden, Red Hot Chilli Peppers, Faith No More, Judas Priest, Angra, Torture Squad, Misfits, Rush, Deep Purple, Doro Pesch, além de jogadores de futebol, artistas globais e jurados de TV. Amante de esportes, artes, cinema e esoterismo. Praticante de kung fu. Formou-se em Comunicação Social em 1998. Voluntário desde 1999 da tradicional quermesse de São Vito no bairro do Brás.

Serviço:

Musas
O Momento das Mulheres Através do Cinema
Adriano Coelho

Scortecci Editora
Biografia
ISBN 978-85-366-4913-9
Formato 14 x 21 cm  
200 páginas
1ª edição - 2016
Preço: R$ 40,00