Drag Queen Barclay é escândalo nas redes sociais

13/02/2018 20:40
noticia Drag Queen Barclay é escândalo nas redes sociais
noticia Drag Queen Barclay é escândalo nas redes sociais

Entrevista especial de superação de vida

Por Pandora Brasil

A Colunista e repórter, Drag Queen Pandora Brasil, traz para o Portal  Olhar Dinâmico, o site de notícias  dos Famosos, uma história  pra lá  de Superação de vida.

Vou apresentar para vocês ele que tem 18 anos e já é a sensação das redes sociais, com mais de 100 mil seguidores nas redes sociais: Paulo Sérgio Gomes Claudino.

Nascido em Guarulhos São Paulo, criou uma personagem Drag Queen, modelo e representante em várias paradas LGBTS nas plataformas atuais.

1- Pandora Brasil: Barclay que nome diferente e marcante. De onde você teve a ideia desse nome?

Barclay: Então meu nome veio de uma bruxa muito antiga, que foi queimada por ser espírita, me identifiquei com este nome, pois nós drag queens somos atacadas por LGBTQ, e eu também gosto muito de coisas diferentes que podem me destacar.

Pandora Brasil: Você  ainda é  bem jovem , 18 anos uma idade onde muitas dúvidas se passam em nossas cabeças,  percebo que você é bem segura com sua Drag, sabe bem o que quer.  Passou por alguma dificuldade na sua descoberta ao decorrer de sua adolescência? Como seus pais reagiram com sua orientação sexual?

Sim passei, por parte da minha mãe foi super tranquilo. Até porque eu tenho uma irmã que é lésbica e uma que é transsexual que é do primeiro casamento dela, rs. Então foi mais fácil para ela me aceitar, agora na parte do meu pai foi bem difícil, ele me espancou muito, fui parar no hospital por 3 meses, chegou sair em portais de notícias como jornal Extra da Globo e diversos portais noticiários.

 

2 - Pandora Brasil - Muito  difícil superar  agressões uma vez que alguém  da rua seja preconceituoso, pra nós é muito complicado lidar porque são pessoas que não tem a capacidade de aceitar questões  pessoais. Vindo do seu pai as agressões, alguém esse que talvez você  esperava  que fosse te acolher e não te espancar!  Como você  lida com essa situação hoje?

Barclay: Bom, hoje eu ainda tenho alguns traumas e tenho alguns problemas de saúde por conta dessa agressão, confesso que ainda tenho receio em andar na rua com tranquilidade, sempre com muito medo de alguém me espancar, cheguei tomar calmante depois da agressão, fiz tratamento psicológico, mas vi que preciso ser forte para poder lutar pelos direitos LGBTQ.

3 - Pandora Brasil -  Diante de tantas lutas e superar esse trauma não deve ser fácil e requer ter apoio de alguém sua mãe te apoiou e aceitou você?

Barclay: Olha minha mãe me aceitou sim, mas depois de eu ter sido agredido, eu sai da casa do meu Pai e fiquei na casa de amigos, depois fui para casa de uma tia de coração, onde ela que me apoiou, em seguida vim para o Rio de Janeiro na casa da minha mãe, aqui ela me apoiou bastante, em seguida comecei meus tratamentos de saúde.

 

4 – Pandora Brasil - Barclay você além de ser uma simpatia de Pessoa  é  muito  bonita tanto como Drag como o Criador,  quais são seus projetos com essa Drag  tão jovem e exuberante???

Barclay - Meus projetos hoje é ser visto pela mídia primeiramente, e depois me aprofundar em passarelas de agências de modelo, e mais há frente ser uma futura drag queen Vereadora, mas isso será mais a frente, hoje eu me dedico total nas mídias, e redes sociais para ter um público alto.

5- Pandora Brasil - Como a maioria dos militantes do meio LGBTS,  eles focam intensamente nessa causa, a Barclay  hoje está cursando alguma  faculdade  ou pretende? Sabemos que além de militante é muito importantes ser uma Drag Queen estudada. Você pretende fazer algo parecido?

 

Barclay - Hoje no momento eu estou terminando meus estudos ainda, por conta da agressão me atrasei um pouco nos estudos, mas pra frente pretendo cursar Administração e Psicologia.

 

6 – Pandora Brasil - Paulo Sérgio, quais benefícios sua Drag te trouxe depois de tanta visibilidade nas redes sociais? Você tirou algum proveito?

Barclay – Olha, depois que me tornei drag queen, e minhas redes aumentaram bastante na questão do público, os benefícios que tive foram mais patrocinadores e parcerias. Agora financeiramente não cobrei cachê no meus primeiros eventos, sempre foi por amor ao público mesmo.

 

7 – Pandora Brasil - Fico muito feliz em saber que você  me seguia  nas redes sociais, e mesmo assim sendo eu uma Drag Queen!  Confesso à você que é muito bom ser referência, quero a Barclay no mesmo mundo da Pandora Brasil, preparada?

Barclay - Nasci preparada, meu sonho é ver todos nós da causa LGBTQ unidos.

8 – Pandora Brasil - Você por ser tão novinho ainda e já de cara, tem uma personagem tão forte. Não te dá um pouquinho de medo saber o que te espera no futuro artístico?

Barclay – Jamais! Eu sonhei minha infância e adolescência toda com isso, então é isso que quero para a vida toda, acho que você ver um público gritando seu nome, sonhando em te conhecer e se expirando em mim, será a coisa mais gostosa do mundo.

9 – Pandora Brasil – De que maneira você pretende se lançar? Cantando, desfilando ou pensa em engajar na carreira de modelo fotográfica?

Barclay - Eu vou jogar para todos os lados, um pouco de tudo, modelo, cantando. Mas hoje eu sou apenas uma drag queen modelo, e performance, mas em breve terá um hit meu nas plataformas digitais se Deus quiser.

10 – Pandora Brasil - Todos nós como artistas temos que encarar tudo com o pé  no chão!  Muitas vezes estamos no meio de pessoas do bem ou não, você  Barclay  se tivesse no topo da fama seria uma pessoa  de pé no chão?

Barclay - Sim com certeza, sou uma pessoa calma, e de bem com a vida, se manter controlada e preparada é bom. Sempre tem pessoas que não vão gostar de você ou do seu trabalho e temos que estar preparados para isso.

11 – Pandora Brasil - Para finalizar, queria deixar as portas do Portal Olhar Dinâmico abertas para você sempre que precisar.  Eu gostaria que você deixasse uma mensagem positiva para o público que está nos acompanhando.

Barclay – Olha, peço para que as pessoas não deixem de ser feliz ou de correr atrás do seus sonhos sempre. Sempre terá aquele ou aquela para nos atacar, mas para nos estender a mão são poucos, seja você mesmo apesar de qualquer coisa, não deixe se abater por comentários que não irão te levar a nada, seja uma Barclay e enfrente o mundo de cabeça erguida, podem contar comigo sempre, obrigada a todos, amo vocês.

Com carinho: Pandora Brasil