Inventor brasileiro desenvolve park assist de baixo custo. Proposta inova a forma de estacionar e protege rodas do veículo

27/12/2017 20:40
noticia Inventor brasileiro desenvolve park assist de baixo custo. Proposta inova a forma de estacionar e protege rodas do veículo
noticia Inventor brasileiro desenvolve park assist de baixo custo. Proposta inova a forma de estacionar e protege rodas do veículo

Por mais que ninguém adore ficar perdendo rios de dinheiro com aulas teórico-práticas das autoescolas, é inegável o fato de o atual processo de formação de condutores ser insuficiente, frágil e ineficaz.

Além da limitada formação técnica, alguns motoristas, até os experientes, tem maior dificuldade em, por exemplo, executar a baliza, porque a percepção de distância de uma pessoa para outra, e de um veículo para outro, em relação à guia, varia muito.

Embora acabem conseguindo obter CNH, nos primeiros anos de direção vão se expor aos maiores micos, erros e prejuízos. É lá vai estar a baliza e o encostamento aguardando sua próxima vítima. Afinal, quem nunca bateu as rodas, calotas e pneus na calçada, que atire a primeira pedra!

Estacionamento demanda perícia que os cursos não são capazes de fornecer ao aluno

Não é sem motivo que recente pesquisa global realizada pela GfK em 17 países revela que o consumidor brasileiro é o que mais valoriza, nos automóveis, a presença de tecnologias de assistência, sendo uma das mais conhecidas a de estacionamento.

Exemplo de situação em que as rodas e calotas são danificadas pelo contato com a calçada

Observando essa necessidade na prática ao testemunhar um motorista estourando as calotas na calçada durante encostamento, o inventor Paulo Gannam criou um auxiliar de baliza composto por 4 sensores, cada qual o mais próximo possível de uma das rodas do veículo. O sistema, diferentemente dos park assist tradicionais, pode chegar a bem menos da metade do preço e auxilia o motorista em manobras com e sem o uso de ré.

Ao se aproximar da guia, um alerta visual e sono é emitido no painel do carro ou via smartphone, facilitando e norteando o motorista para alinhar seu carro com tranquilidade e segurança

Nestes 2 vídeos o inventor mostra o funcionamento da prova de conceito e explica as principais diferenças entre sua invenção e os produtos disponíveis no mercado:

 

 

O custo de produção por ponto é de aproximadamente 13 dólares, podendo ser reduzido com ganho de escala, o que tornaria o produto comercialmente mais fácil de popularizar no mercado brasileiro e em economias semelhantes, em que o poder aquisitivo da maior parte dos motoristas não dá conta ou não tem interesse em adquirir carros com funções semiautônomas e jogos de câmeras com visão 360 graus. “Este projeto é para você que está cansado ou não quer gastar horrores com produtos que não funcionam em vagas difíceis, não apresentam utilidade nenhuma em vagas mais fáceis e não levam em conta o que você realmente quer” garante o inventor.

 

Dependendo da pancada, as rodas amassam, e o motorista perde tempo e dinheiro com o reparo

Para Gannam, que já tem o projeto com patente solicitada no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e dispõe de um protótipo feito em Arduino, o produto tem potencial de destinação tanto ao aftermarket (mercado de reposição de peças) quanto a um espectro específico de veículos em montadoras com perfil mais inovador.

Fazendo um dos  protótipos (provas de conceito) em Arduino

“Criei este produto por acreditar que ninguém deveria ser obrigado a ter uma função semiautônoma no veículo para poder estacionar com segurança. Este produto dá essa condição, de se estacionar de modo prático e preciso, com e sem o uso de ré, sem perder a liberdade ao dirigir”, avalia.

Paulo está em busca de parceiros industriais e comerciais para desenvolver os produtos finais e lançar o sistema no mercado.

*Este texto foi escrito pelo Paulo Gannam, formado em jornalismo pela Universidade de Taubaté e especialista em dependência química pela Universidade de São Paulo. Há 6 anos atua com criação e desenvolvimento de novos produtos e escreve sobre inovação.

Saiba mais:

https://paulogannam.wordpress.com/

Email: pgannam@yahoo.com.br

Linkedin: https://www.linkedin.com/pub/paulo-gannam/51/1b0/89b

Facebook: https://www.facebook.com/paulogannam.inventionsseekinvestors

Google+: https://plus.google.com/+PauloGannaminven%C3%A7%C3%B5es 

Twitter: https://twitter.com/paulogannam