E SE OS SEUS RÓTULOS DE VINHOS PREDILETOS TIVESSEM UMA TRILHA SONORA? POR VANDA MENEGUCI

MÚSICA. TÃO MARCANTE QUANTO O VINHO
18/10/2017 22:46
noticia E SE OS SEUS RÓTULOS DE VINHOS PREDILETOS TIVESSEM UMA TRILHA SONORA? POR VANDA MENEGUCI
noticia E SE OS SEUS RÓTULOS DE VINHOS PREDILETOS TIVESSEM UMA TRILHA SONORA? POR VANDA MENEGUCI

Amo música. Acho que sou “musicada” antes mesmo de possuir o primeiro dente de leite. Aos cinco anos de idade eu tinha um “violão”, de plástico ainda. Era fã de uma cantora chamada Bianca que além de cantora, tocava guitarra. Amava aquela ragazza! Tocava meu pequeno violão imaginando ser eu mesma a própria Bianca com a sua guitarra. Tinha até os cabelos cacheados iguais aos dela, não por imitação, tinha-os mesmo. Puxa vida, a minha primeira cantora "ídolo" no rock in roll, anos antes mesmo de conhecer a Joan Jett! Mas a minha carreira precoce fora encerrada, precocemente também, em uma briga com a minha irmã mais velha: eu mesma a destruí quebrando o meu instrumento musical predileto, o meu violão, bem no meio da cabeça dela.

 

Chorei tanto de arrependimento segundos depois... Chegando ao final desta fase – criança, já para a pré-adolescência, tive uma paixão platônica por um disco de vinil do meu pai, o The Best of Jonnhy Rivers. Lembro -me exatamente do dia e local em que ele o comprou: em uma loja de discos dentro do Carrefour da Vila Maria em uma noite que fazíamos compra de mês. Aquele cara, o Jonhy, pareceu-me um bom cantor. Cabeludão, cheio de atitude, e ainda por cima tocador de guitarra e violão igual à antiga Bianca. Gostei muito! Essa era a imagem ilustrada na capa do disco de vinil, que tinha ainda rasgos numa simulação de colagem de recortes, como se a foto estivesse sido rasgada e posteriormente colada novamente.  O rosto dele estava pálido, como quando uma fotografia estoura em um flash. Inesquecível mesmo!

 

Enfim, só para concluir, sempre amei o rock in roll e a boa música em geral. Ela, a música, sempre teve o poder de tirar-me da tristeza, do stress...da melancolia. Para mim a música é pura endorfina, espécie mesmo de revigorante das forças, assim como o Biotônico Fontoura para o Jeca Tatu, o espinafre para marinheiro Popeye. A Música tem o poder de transportar - nos a um tempo remoto, ou a uma atmosfera presente e prazerosa também. Jonnhy Rivers é sinônimo de pai para mim e ponto, assim sempre será e com o perfume também é exatamente assim. Bom, tudo isso eu quis dizer, foi para mesmo chegar aos vinhos, que é tão marcante quanto à música e o perfume. Mas e aí eu te pergunto. Haveria associação direta entre os três elementos?

 

MÚSICA E VINHOS. EXISTE MESMO UMA ASSOCIAÇÃO DIRETA ENTRE AMBOS? E SE O SEUS RÓTULOS PREDILETOS TIVESSEM UMA TRILHA SONORA? FAÇA ESSE TESTE E CRIE UMA SELEÇÂO DE VINHOS E MÙSICAS PARA VOCÊ. EU CRIEI A MINHA SETLIST.

 

Se haveria uma associação direta entre música, aromas e vinho, mas é claro que sim! A música e os aromas são registros de nossa memória, ou seja, da nossa própria experiência de  vida. O mais fascinante nisto tudo é que ao apreciarmos um bom vinho, é sempre muito prazeroso ouvirmos uma boa música. Seus aromas – refiro-me ao vinho – são retratos dos cheiros que já conhecemos, e que nos são familiares, e assim podemos encontrar morangos em um vinho tinto de  Pinot Noir, grama cortada em um Sauvignon Blanc do novo mundo, e assim por diante.

 

Mas estamos falando aqui da montagem da nossa, da minha e da sua setlist pessoal de música e vinhos. Segue abaixo a minha seleção:

 

Setlist 1

Música: The Mamas and the Papas – California Dreamin’

Vinho: Fox Brook Chardonnay 2015

A Califórnia nos remete a sol, a dias ensolarados, mar e boas companhias. Pensei na Califórnia por que é de lá que este vinho vem, e a música escolhida também! Vinho delicioso, com aromas que remetem a frutas tropicais e citrinas, melão e baunilha. É frutado e muito refrescante, um verdadeiro “sonho californiano!”

Onde comprar? Na Wine Experience:

http://wineexperience.com.br/produto/fox-brook-chardonnay-2013/

 

Setlist 2

Música: Jonnhy Rivers – Do You Wanna Dance

Vinho: Château Camensac 2010

Um vinho tinto da região de Bordeaux, na França, é certamente uma excelente escolha, pela sua elevada qualidade, assim como pela sua tradição. Nada melhor do que beber um vinho Bordeaux, ouvindo Jonnhy Rivers ao lado de meu pai, é claro! Frutas vermelhas e escuras, com toques de tabaco e especiarias.

Onde comprar? Na Mistral:

https://www.mistral.com.br/p/vinho/chateau-camensac-2010

 

Setlist 3

Música: Andrea Bocelli – Con Te Partirò

Vinho: Bocelli Tenor Red IGT 2015- Supertoscano

E quando o vinho une-se literalmente a boa música? A família do Tenor Andrea Bocelli produz vinhos na região de Lajatico, na Toscana – Itália, desde 1730. Tenor Red IGT é um vinho idealizado pelo próprio tenor e por seu irmão Alberto. Corte com os mesmos percentuais nas uvas Cabernet Sauvignon, Sangiovese e Merlot. Possui frutas negras maduras, especiarias, aromas florais e cassis. Um vinho de ótima estrutura e equilíbrio, assim como deve ser um Surpertoscano!

Onde comprar? Na Italiamais:

http://www.italiamais.com.br/novo/bocelli-tenor-red-igt/

 

Vanda Meneguci

Graduada em Comunicação Social /Publicidade e Propaganda. Há 15 anos trabalhando como profissional em marketing e há 7 anos aperfeiçoando o conhecimento em vinhos.

Sommelière pela ABS-SP. 

E-mail: vinhosamoresetaca@gmail.com

Blog: http://vinhosamoresetaca.blogspot.com.br/