Mas o que é sustentabilidade? Por Sérgio Foguel

04/10/2017 21:58
noticia Mas o que é sustentabilidade? Por Sérgio Foguel
noticia Mas o que é sustentabilidade? Por Sérgio Foguel

Um dos assuntos mais falados nos dias atuais é a tal da sustentabilidade!

Mas o que é sustentabilidade?

“Sustentabilidade é um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja, a sustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro. Seguindo estes parâmetros, a humanidade pode garantir o desenvolvimento sustentável.”

Todos nós podemos contribuir para um mundo sustentável com pequenas práticas que em um esforço coletivo geram grandes mudanças.

E pensando nisso criamos essa coluna para dar dicas de como ter atitudes sustentáveis e diminuir os impactos da nossa existência neste planeta que já está muito degradado.

Para começar vamos abordar um tema que traz muita preocupação nos dias atuais, o lixo, e nada melhor do que saber dar o destino correto para cada tipo de resíduo.

Nesse artigo falaremos sobre o lixo orgânico, e como podemos dar um destino melhor para esses resíduos.

Como esse é um assunto de grande interesse e como muitas informações, dividiremos em partes, começaremos falando dos resíduos orgânicos que mais produzimos em casa, as sobras da cozinha e posteriormente falaremos dos resíduos orgânicos resultantes de podas e aparas que gramas do jardim, acreditem podemos aproveitar tudo isso!

 

Lixo orgânico

O Brasil produz 242 mil toneladas de lixo urbano por dia, sendo que 60% deste material são resíduos orgânicos que podem se transformar em adubo de excelente qualidade. Uma forma de produzir este adubo a um custo muito baixo é através da compostagem orgânica.

 

O que é compostagem?

É o processo de transformação de matérias orgânicas, como restos de comida e resíduos de jardim, entre outros, em adubo orgânico ou húmus. A compostagem propicia um destino útil para os resíduos orgânicos domésticos, evitando sua acumulação em aterros e melhorando a estrutura dos solos. O adubo produzido pode ser utilizado em hortas caseiras, para fortalecer gramados ou em outras plantas.

Como iniciar?

O primeiro passo para realizar o processo de compostagem orgânica é a separação do lixo dentro da nossa própria casa, iniciando com a distinção entre o lixo orgânico (alimentos crus ou cozidos como cascas, bagaços, caroços e sementes de frutas e hortaliças, borra de café, guardanapo e papel toalha) do não orgânico (vidro, metal, plástico, embalagens longa vida, isopor, pilhas e baterias). Separar o lixo orgânico é um hábito que se adquire facilmente. Uma vez separado o lixo, você poderá usar uma composteira caseira.

O segundo passo é construir um minhocário caseiro para fazer sua compostagem.

Hoje já existem composteiras e minhocários disponíveis no mercado, em um rápida procura na internet você pode encontrar vários tipos.

Mas como o tema aqui é Sustentabilidade vamos construir o nosso minhocário usando materiais recicláveis, e posso afirmar para vocês que sai muito mais barato que comprar um pronto, alem de ser de fácil construção pode ser uma excelente chance para você realizar um atividade com suas crianças e ensinar-lhes um pouco do que é ser sustentável.

Para isso, separamos um vídeo da Emater que mostra passo a passo como construir seu minhocário/composteira doméstica.

Emater responde - Composteira doméstica

            Você pode baixar totalmente grátis o manual de compostagem doméstica da Morada da Floresta usado no Projeto Composta São Paulo através do link abaixo:

https://issuu.com/moradadafloresta/docs/compostasp_manual_compostagem

Autor: Sérgio Foguel

Ambientalista

Organizador no Projeto Semear Conhecimentos

Membro da Rede Ecomairipa de Mairiporã