Livro estimula a humanização e segurança nos tratamentos de fertilização

Manual Prático de Reprodução Assistida para Enfermagem mostra a importância do acolhimento e do apoio emocional no atendimento dos pacientes que têm dificuldades de engravidar. Objetivo da obra é enfatizar aos profissionais de enfermagem o papel importante que cumprem ao lidar com pacientes em tratamento para engravidar.
05/08/2017 23:04
noticia Livro estimula a humanização e segurança nos tratamentos de fertilização
noticia Livro estimula a humanização e segurança nos tratamentos de fertilização

O sentimento de procriação é milenar. A humanidade quer se perpetuar, pois o instinto de reprodução é inato. Esta verdade vale tanto para os homens quanto para os animais. Os seres humanos que não conseguem gerar filhos acabam, muitas vezes, tornando-se infelizes, inconformados e frustrados. Chegar a uma clínica de fertilização representa, na maioria das vezes, a última esperança para se conseguir um filho.

Muitos já passaram meses e meses estressantes, em tentativas por meio de repetidas relações sexuais, com dia e hora marcada, sem conseguir engravidar. E, assim, vendo seus planos de vida adiados pela espera do bebê que não vem.

Os profissionais de saúde que acolhem essas pacientes nas clínicas de fertilização têm papel fundamental não só no bem-estar de cada uma, como no resultado final de seu tratamento. Não é só o uso de alta tecnologia que leva aos melhores resultados, o fator humano deve ser encarado com seriedade. 

Levando tudo isso em consideração, surgiu a ideia de criar o Manual Prático de Reprodução Assistida Para Enfermagem. Escrito a seis mãos, com determinação e didática de fácil compreensão, procurando abranger temas importantes e polêmicos da infertilidade, incluindo até títulos médicos mais complexos.

O livro será lançado no dia 3 de agosto, em São Paulo, durante o XXI Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida. Os autores da obra são o especialista em reprodução humana e diretor do IPGO (Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia) Arnaldo Cambiaghi e as enfermeiras, também especialistas em reprodução humana, Caroline Bianco Lourenço e Kátia dos Santos Soares. A escolha dos temas abordados no manual teve como objetivo preencher eventuais lacunas do conhecimento enfermagem. E, além disso, aprimorar e incrementar ainda mais a relação do triângulo médico-enfermeiro-paciente.

“O trabalho da enfermagem na reprodução assistida oferece a oportunidade de conhecimento e desafios constantes, assim como o relacionamento pessoal com o paciente como auxílio do elo entre médico-paciente e, assim, fechar este triângulo. É um papel que veio com a época em que vivemos”, afirma Cambiaghi.

O livro foi recentemente lançado, dia 03 de agosto, no XXI Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida em São Paulo. 

Sobre a obra:

Título: Manual Prático de Reprodução Assistida Para Enfermagem

Editora: LaVidaPress - www.lavidapress.com.br  

Páginas: 344

Preço: R$ 80,00

 

Sobre os autores

Arnaldo Cambiaghi: diretor do centro de reprodução humana do IPGO, ginecologista-obstetra especialista em medicina reprodutiva. Membro-titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Laparoscópica, da European Society of Human Reproductive Medicine. Formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa casa de São Paulo e pós-graduado pela AAGL, Illinois, EUA em Advance Laparoscopic Surgery. Também é autor de diversos livros na área médica como Fertilidade Natural, Grávida Feliz, Obstetra Feliz, Fertilização um ato de amor, Os Tratamentos de Fertilização e As Religiões e Fertilidade e Alimentação, todos pela Editora LaVida Press e Manual da Gestante, pela Editora Madras.

Caroline Bianco Lourenço: graduada em Enfermagem pelo Centro Universitário São Camilo; pós-graduada em Enfermagem Obstétrica pelo Centro Universitário São Camilo; Título de Capacitação em Reprodução Assistida para enfermeiros pela Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA); membro efetivo da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida; enfermeira atuante no IPGO.

Kátia dos Santos Soares: graduada em Enfermagem pela Universidade Paulista (UNIP - SP); pós-graduada em Gestão da Qualidade em Saúde pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein; título de Capacitação em Reprodução Assistida para enfermeiros pela SBRA; membro efetivo da SBRA; enfermeira atuante no IPGO.