Reforma Politica, Intervenção Militar ou volta Lula.

Hoje o povo está dividido em apoiar uma reforma politica profunda ou a Intervenção militar, mas alguns ainda acreditam que Lula é a Salvação do país.
Wagner Planas  |  30/06/2017
noticia Reforma Politica, Intervenção Militar ou volta Lula.
noticia Reforma Politica, Intervenção Militar ou volta Lula.

Acompanhando os noticiários televisivos, as redes sociais e até mesmo nas ruas, nota-se que o povo, está dividido em intervencionistas, os apoiadores de uma reforma politica profunda  e até uma parcela querendo o Retorno de Lula ao poder.

Boa parte da população, acredita que a reforma politica teria que ser feita com a eleição de um membro de extrema direita ( Jair Bolsonaro), para a presidencia da república.

Outra parte da população acredita que, nem mesmo a extrema direita, seria capaz de fazer a reforma politica, mesmo porque, os tres poderes hoje encontram-se de uma certa forma contaminado por interesses próprios e não os interesses da nação.

E ainda há uma pequena minoria, que acredita que a salvação ainda está no retorno de Lula ao poder.

Os dois principais blocos acreditam que,  a classe politica nacional, está cada vez mais desacreditada e envolvida nos casos de corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, entre tantos outros casos.

Para estes dias, o Presidente da Camara, o deputado federal Rodrigo Maia, receberá o pedido de impeachment do atual presidente da república Michel Temer e já declarou que  não fazerá força para segurar este pedido.

E com politicos desacreditados, tenta-se fazer reformas trabalhistas, previdenciarias, entre outras.

Infelizmente, não  há estabilidade alguma neste país para executar uma reforma, ou até mesmo para uma eleição, seja ela direta ou não.

O país, encontra-se em um marasmo economico, um maremoto politico, onde se deve creditrar boa parte da culpa ao  ex-presidente da Republica, Luiz Inacio Lula da Silva, que transformou marolinhas em maremotos, enquanto avança as investigações da Operação Lava Jato.

Enquanto isto, a massa de Intervencionistas, cresce de forma galopante, e o desespero da esquerda basea-se em levar Lula novamente ao poder, antes que as forças armadas, carregue seus canhões, até a praça dos tres poderes.