Meu Único Abrigo

Poesia
Marco A. Alvarenga  |  10/09/2017
noticia Meu Único Abrigo
noticia Meu Único Abrigo

Meu Único Abrigo...

Quando me encontrei comigo,
Percebi que são minhas as dores,
Que são dos jardins as flores,
E a chuva molhou o meu rosto...
Quando me encontrei comigo,
Senti que é só meu o desgosto,
Que já havia passado o agosto,
E que setembro será colorido...
Quando me encontrei comigo,
Os anos me disseram tristonhos,
Que a vida não passa de um sonho,
E o tempo é meu inimigo...
Quando me encontrei comigo,
O fardo pesou no meu mundo,
O choro tornou-se profundo,
E eu, meu único abrigo...

Marco A. Alvarenga